Notícias

Movimentos sociais organizam manifestação em Petrolina contra Bolsonaro, neste sábado 29

O protesto será presencial, mas, segundo os organizadores, há orientações para que os presentes mantenham o distanciamento social, usem máscara PFF2/N95, álcool em gel e demais cuidados para evitar o contágio pela Covid-19

Foto: Divulgação

Uma manifestação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em Petrolina está prevista para o próximo sábado, 29. Organizada por sindicatos, movimentos sociais, organizações estudantis e lideranças partidárias, o ato “Fora Bolsonaro, Pela vida, pelo Brasil e o povo nas ruas” deve acontecer na praça da Maria Auxiliadora, no centro, às 9h.

Em publicações nas redes sociais, os organizadores realizam a convocação lembrando das mais de 400 mil vidas perdidas “pelo o descaso do Bolsonaro”.

O protesto será presencial, mas, segundo os organizadores, há orientações para que os presentes mantenham o distanciamento social, usem máscara PFF2/N95, álcool em gel e demais cuidados para evitar o contágio pela Covid-19.

De acordo com a coordenação do ato, haverá uma equipe responsável pela aplicação de álcool em gel e, em caso de necessidade, a distribuição de máscaras (confira a convocatória).

“A maioria da população já sabe, o governo Bolsonaro é o maior responsável por essa tragédia, jamais vista na história recente do país. Um verdadeiro genocídio, comparado apenas ao massacre de indígenas e africanos no período colonial.

Estamos diante de uma verdadeira guerra. O vírus é um inimigo invisível e mortal, com o qual precisamos lidar com as medidas sanitárias de prevenção (uso de máscara, álcool em gel, distanciamento físico); com os serviços hospitalares (ventiladores, UTIs, profissionais de saúde, medicamentos) e, principalmente, com a VACINA, medida imprescindível para salvar vidas.

No entanto, o presidente Jair Bolsonaro é o grande aliado do vírus. Seu governo, suas políticas, age, propositalmente, para matar pessoas. A gestão do governo federal na pandemia, além de mortes, tem aumentado o desemprego, a fome, a miséria, o fechamento de empresas, o desmonte do SUS e das mais diversas políticas sociais, numa crise sem precedentes.

Portanto, Bolsonaro é um inimigo que precisamos derrotar urgentemente para controlar a pandemia, para evitar o avanço do genocídio e, consequentemente, a destruição do Brasil.

Sabemos dos riscos de irmos às ruas lutar pelo país em um momento tão delicado. Mas nos parece bastante evidente, o risco maior é deixar que esse governo assassino continue usando recursos públicos para exterminar o nosso povo, especialmente, as populações em situação de maior vulnerabilidade.

Por isso, pela VIDA, pela DEMOCRACIA, integrando a mobilização nacional, as mais diversas organizações sindicais, partidárias, sociais, trabalhadores e trabalhadoras de Petrolina, realizaremos o ato “Fora Bolsonaro”, no próximo dia 29 de Maio, sábado, a partir das 9h, com concentração na Praça Maria Auxiliadora, , cumprindo as devidas orientações sanitárias.

Junte-se a nós! #ForaBolsonaro”

Foto: Divulgação

O evento tem apoio do SINTEPE-Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, Sind-Univasf, SINERGIA-BA-Sindicato dos Eletricitários da Bahia, SINTRAF-Sindicato de Agricultura Familiar e STTAR-Sindicato de Trabalhadores Assalariados Rurais de Petrolina, junto ao Movimento de Mulheres Olga Benário, UJR-União da Juventude Socialista, Movimento Luta de Classes, RUA-Juventude Anticapitalista, UP-Unidade Popular, PT-Partido do Trabalhadores, Mandato Coletivo Gilmar Santos-PT, Partido Comunista do Brasil, PSOL-Partido Socialismo e Liberdade, Diretório Central de Estudantes da UNIVASF,  UJC-União da Juventude Socialista, UESP-União dos Estudantes Secundaristas de Petrolina, Coletivo Cores e Associação Raízes.

Coordenação de Agitação e Propaganda

Ato Fora Bolsonaro | Petrolina-PE

Notícias

COVID 19: Petrolina registrou seis novas mortes e está com 95% dos leitos de UTI ocupados

O boletim também traz informações sobre os novos casos confirmados. Foram 192 novos registros da Covid-19

O boletim epidemiológico da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrolina, informa que a taxa de ocupação leitos de UTI desta segunda-feira (19), está em 95,1%. Dos 81 leitos, 77 estão ocupados. 66 pacientes são de Petrolina e 11 de outras cidades da região.

O boletim também traz informações sobre os novos casos confirmados. Foram 192 novos registros da Covid-19. Agora, 22.644 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus. O total de pacientes recuperados é de 19.673, isso representa 87% do total.

Dos novos infectados, 151 foram confirmados por exames realizados pela prefeitura, os outros 41 foram através de exames laboratoriais. São 74 pessoas do sexo masculino, com idades entre sete e 84 anos, e 118 pessoas do sexo feminino, entre nove meses e 85 anos.

Petrolina registrou seis novas mortes. Tratam-se de quatro homens e duas mulheres, com idades de 80, 78, 65, 38, 64 e 48 anos, respectivamente. Todos os pacientes tinham histórico de comorbidades e estavam internados em hospitais públicos e privados de Petrolina. Os óbitos foram registrados entre os dias 12 e 18 de abril, no entanto, a secretaria só recebeu os registros de óbitos nesta segunda-feira (19). Agora, a cidade passa a ter 328 mortes em decorrência da Covid-19.

Outras informações

A Secretaria de Saúde também divulgou informações complementares sobre a pandemia em Petrolina.

– Casos investigados: 1.586 pessoas sendo monitoradas, há possibilidade de estarem infectadas.

– Casos por raça/cor: Dos novos infectados 18 são pretos, 126 pardos, três amarelos, 40 brancos e cinco não declararam raça

– Casos descartados: Até agora, 87.497 casos já foram descartados. As pessoas que foram testadas tiveram resultados negativos.

– Casos ativos: O município tem 2.643 casos ativos do novo coronavírus.

Todas as informações sobre a pandemia na cidade estão disponíveis no site: petrolina.pe.gov.br/coronavirus.

Uncategorized

Covid-19: quase 300 novos casos são confirmados em Petrolina

A cidade registrou também uma nova morte, trata-se de um homem de 41 anos, sem histórico de comorbidades.

Imagem: agazeta.com.br

O boletim epidemiológico da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrolina, informa que a taxa de ocupação leitos de UTI desta quarta-feira (14), está em 91,5%. Dos 82 leitos, 75 estão ocupados. 65 pacientes são de Petrolina e 10 de outras cidades da região.  

O boletim também traz informações sobre os novos casos confirmados. Foram 297 novos registros de Covid-19. Agora, 22.089 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus. O total de pacientes recuperados é de 19.302, isso representa 87,4% do total.

Dos novos infectados, 256 foram confirmados por exames realizados pela prefeitura. Os outros 41 foram confirmados através de exames laboratoriais. São 141 pessoas do sexo masculino, com idades entre sete e 92 anos, e 156 pessoas do sexo feminino, entre um e 80 anos.

Petrolina registrou uma nova morte, trata-se de um homem. O paciente tinha 41 anos, não tinha histórico de comorbidades e morreu no dia 27 de março. Agora, o município passa a ter 310 mortes em decorrência da Covid-19.

Outras informações

A Secretaria de Saúde também divulgou informações complementares sobre a pandemia em Petrolina.

– Casos investigados: 1.457 pessoas sendo monitoradas, há possibilidade delas estarem infectadas.

– Casos por raça/cor: Dos novos infectados 23 são pretos, um indígena, 211 pardos, três amarelos, 55 brancos e quatro não declararam raça

– Casos descartados: Até agora, 86.230 casos já foram descartados. As pessoas que foram testadas tiveram resultados negativos.

– Casos ativos: O município tem 2.477 casos ativos do novo coronavírus.

Todas as informações sobre a pandemia na cidade estão disponíveis no site: petrolina.pe.gov.br/coronavirus.

Notícias

Covid-19: Petrolina registra seis novas mortes e taxa de ocupação dos leitos de UTI está acima de 95%

Agora, o município passa a ter 298 óbitos em decorrência da Covid-19.

Foto: Reprodução

O boletim epidemiológico da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrolina, informa que a taxa de ocupação leitos de UTI desta quinta-feira (08), atinge 96,3%. Dos 82 leitos, 79 estão ocupados. 58 pacientes são de Petrolina e 21 de outras cidades da região.  

O boletim também traz informações sobre os novos casos confirmados. Foram registrados 153 novos casos de Covid-19. Agora, 21.202 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus. O total de pacientes recuperados  é de 18.925, isso representa 89,3% do total.

Dos novos infectados, 144 foram confirmados por exames realizados pela prefeitura. Os outros nove foram confirmados através de exames laboratoriais. São 55 pessoas do sexo masculino, com idades entre quatro e 80 anos, e 98 pessoas do sexo feminino, entre sete meses e 84 anos.

Petrolina registrou seis novas mortes, tratam-se de quatro homens e duas mulheres. Os homens tinham 63, 67, 70 e 74 anos, todos apresentavam histórico de comorbidades e estavam internados em um hospital público de Petrolina. As mortes foram registradas nos dias 5 e 6 de abril. Já as mulheres, tinham 46 e 73 anos, estavam internadas em um hospital público e morreram no dia 30 de março e 5 de abril. Agora, o município passa a ter 298 óbitos em decorrência da Covid-19.

Outras informações

A Secretaria de Saúde também divulgou informações complementares sobre a pandemia em Petrolina.

– Casos investigados: 1.568 pessoas sendo monitoradas, há possibilidade delas estarem infectadas.

– Casos por raça/cor: Dos novos infectados 27 são pretos, 108 pardos, 16 brancos e dois não declararam raça

– Casos descartados: Até agora, 84.147 casos já foram descartados. As pessoas que foram testadas tiveram resultados negativos.

– Casos ativos: O município tem 1.979 casos ativos do novo coronavírus.

Todas as informações sobre a pandemia na cidade estão disponíveis no site: petrolina.pe.gov.br/coronavirus.

Notícias

Prefeitura de Petrolina divulga lista de beneficiados no Residencial Novo Tempo V

A relação completa está com os nomes dos selecionados e seus respectivos futuros endereços. Confira

Foto: Reprodução

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Sustentabilidade informa que está disponível a lista dos contemplados com as casas do Residencial Novo Tempo V, conjunto habitacional do extinto programa “Minha Casa, Minha Vida”, hoje, “Casa Verde Amarela”. A relação completa está com os nomes dos selecionados e seus respectivos futuros endereços.

O processo do sorteio foi feito de forma eletrônica, por meio de um aplicativo da Caixa Econômica. Os 230 beneficiados devem aguardar o contato, por telefone, da Secretaria Executiva de Habitação, que vai agendar a vistoria, assinatura de contrato e, por fim, a entrega das chaves.

As famílias beneficiadas com o Residencial são as que moram em ocupações e áreas de risco, cujo cadastramento foi feito in loco nessas comunidades ou através de relatórios da Defesa Civil. Outra parte realizou o cadastro no Parque Josepha Coelho, em 2020. Um dos critérios era que a renda familiar bruta não ultrapassasse R$ 1.800,00.

A Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Sustentabilidade informa que está disponível a lista dos contemplados com as casas do Residencial Novo Tempo V, conjunto habitacional do extinto programa “Minha Casa, Minha Vida”, hoje, “Casa Verde Amarela”. A relação completa está com os nomes dos selecionados e seus respectivos futuros endereços.

O processo do sorteio foi feito de forma eletrônica, por meio de um aplicativo da Caixa Econômica. Os 230 beneficiados devem aguardar o contato, por telefone, da Secretaria Executiva de Habitação, que vai agendar a vistoria, assinatura de contrato e, por fim, a entrega das chaves.

As famílias beneficiadas com o Residencial são as que moram em ocupações e áreas de risco, cujo cadastramento foi feito in loco nessas comunidades ou através de relatórios da Defesa Civil. Outra parte realizou o cadastro no Parque Josepha Coelho, em 2020. Um dos critérios era que a renda familiar bruta não ultrapassasse R$ 1.800,00. As informações são da ascom.

Baixe aqui a lista completa

 

 

Notícias

A fome tem pressa!

Doe alimentos! Uma campanha da Frente Negra do Velho Chico nas cidades de Petrolina, PE e Juazeiro, BA

A Frente Negra do Velho Chico chama você para ajudar a matar a fome de quem precisa. A situação do país é crítica e negras e negros são as maiores vítimas da Covid-19.

Estamos solicitando a doação de alimentos não perecíveis e produtos de limpeza e proteção – tais como sabão, álcool em gel 70%, desinfetantes, água sanitária, MÁSCARAS entre outros.

Vamos distribuir em bairros com alta concentração de população negra vulnerável; em casas e terreiros vinculados às religiões de matriz africana; em comunidades quilombolas e para a população carcerária das cidades de Petrolina e Juazeiro.

A pandemia revela desigualdades

Uma pesquisa divulgada pelo jornal Folha de São Paulo, no dia 19 de março, mostrou que enquanto entre brancos as mortes subiram 11,5%, entre negros o salto foi de 25%, no Estado de São Paulo. No Brasil todo os negros também foram as maiores vítimas.

Precisamos agir. É a população negra quem vive nas periferias das cidades, que enfrenta péssimas condições de saneamento básico e moradias precárias e cheias! E ao mesmo tempo, ao lado de outros grupos da população, é quem pega ônibus cheio todos os dias para trabalhar como domésticas, operários da construção civil, motoristas, enfermeiras, vendedores ambulantes, entregadores….É quem está nas ruas exposta à doença!!! 

A Frente Negra do Velho Chico chama você para essa luta URGENTE! Nosso povo negro precisa viver!

VAMOS CUIDAR UM DO OUTRO.

ESTAMOS POR NOSSA PRÓPRIA CONTA!

FIQUE EM CASA!!! NÃO ACREDITE EM QUEM QUER LHE EXPOR A MORTE!

ONDE E COMO DOAR

Na associação de Mulheres Rendeiras, em Petrolina. Avenida Francisco Coelho Amorim, José e Maria. Das 8 ás 12. Telefone – (87) 98819-8183

Faça a doação online!!! vakinha.com.br, código é 1013357

Notícias

Justiça eleitoral aprova contas do vereador professor Gilmar Santos

“Continuaremos em luta por uma Petrolina com melhores condições de vida, socialmente mais justa e com mais igualdade de oportunidades, principalmente para os segmentos em maior situação de vulnerabilidade social”, disse o parlamentar em nota.

Foto: Lizandra Martins

A Justiça Eleitoral de Petrolina através do juiz da 145ª Zonal Eleitoral, Dr. Marco Bacelar, decidiu pela aprovação das contas do vereador professor Gilmar Santo, PT, conforme sentença número: 0600365-77.2020.6.17.0145. O juiz considerou que “No tocante às omissões de despesas na prestação de contas, verifica-se que o candidato apresentou justificativas, bem como providenciou a devolução dos valores” e acrescentou ainda que ” o percentual da irregularidade é de pequena monta, correspondendo a menos de 4% do total das receitas arrecadadas, devendo o órgão julgador aplicar à hipótese vertente os princípios da proporcionalidade e da razoabilidade”.

O parlamentar, assim como fez quando recebeu o parecer técnico da justiça eleitoral, indicando uma pequena irregularidade em sua prestação de contas comunicando o fato à população , também na manhã desta sexta-feira, 12,  encaminhou nota pública à imprensa dando conta da aprovação de suas contas da campanha eleitoral de 2020. Confira a nota abaixo.

“O vereador, Professor Gilmar Santos (PT), junto ao Mandato Coletivo, comunica à população de Petrolina que as suas contas eleitorais foram aprovadas pela pelo Juiz da 145ª Zona Eleitoral de Petrolina, Dr. Marcos Bacelar.

Conforme nota anterior, compreendemos e respeitamos os indicativos do corpo técnico do cartório eleitoral e do Ministério Público Eleitoral pela reprovação das nossas contas a partir de apenas um item irregular. Ao tempo que seguimos confiantes na expectativa de um julgamento justo, a partir de um conjunto de elementos que comprovam a nossa boa fé e compromisso com a transparência das nossas ações durante o pleito eleitoral.

Temos plena consciência de que o ato não passou de uma pequena falha formal e da nossa disposição em colaborar com os órgãos competentes, o que foi confirmado pelo Meritíssimo Sr. Juiz e decisivos para uma sentença favorável pela aprovação das nossas contas.

Nossa gratidão a todos e todas que nos foram solidários e estiveram em sintonia com a nossa expectativa positiva. Continuaremos em luta por uma Petrolina com melhores condições de vida, socialmente mais justa e com mais igualdade de oportunidades, principalmente para os segmentos em maior situação de vulnerabilidade social.

Um forte abraço!

Vereador Gilmar Santos

Mandato Coletivo”

 

 

Cultura

Mostra de artes OCUPE abre inscrições para edição 2021

Artistas de todo o país podem se inscrever para o projeto realizado em Petrolina-PE

Foto: Divulgação

Trazendo como recorte temático a resistência de uma geração que está sobrevivendo a uma pandemia e pensando a arte como um símbolo pulsante dessa superação, a Mostra OCUPE Céu Aberto chega a sua quarta edição. As inscrições para grupos e artistas que quiserem compor a programação estão abertas até o dia 31, podendo ser propostas de espetáculos, performances e atividades formativas.

As inscrições estão sendo feitas através de formulário online, disponível no link (https://abre.ai/fichaocupe). Podem se inscrever produtores culturais, artistas independentes, companhias, bandas e coletivos de todas as linguagens artísticas. A chamada é nacional, sendo selecionados artistas pernambucanos e residentes no estado para 80% da programação e demais estados representarão 20%.

Foto: Thierri Oliveira / Abajur Soluções Audiovisuais.

Como todas as atividades culturais, a mostra teve que se adaptar para este momento de pandemia e será realizada totalmente online. “Somos os filhos do início de uma era distópica e hoje mais que nunca a Arte viva e pulsante é símbolo de (r)existência. Assim, estamos aceitando propostas de trabalhos artísticos e formativos que nos possibilitem refletir sobre as formas de resistir, seja pelo seu teor conceitual ou até mesmo pela própria existência deste”, diz Wendell Britto, produtor da mostra.

Uma comissão curatorial formada por três profissionais convidados sob a coordenação da Confraria 27 ficará responsável pela seleção. As atrações contempladas serão anunciadas até o dia 05 de fevereiro. A mostra deve ocorrer entre os dias 21 e 27 de março de 2021. Todos os detalhes da chamada pública podem ser encontrados no edital, no link (https://abre.ai/editalocupe).

Foto: Thierri Oliveira / Abajur Soluções Audiovisuais.

Esse projeto está sendo apoiado pelo Edital Festival LAB PE, em conformidade com a Lei nº 14.017/2020 – Lei Aldir Blanc, Decreto nº 10.464/2020, da Lei Estadual nº 17.057/2020 e Decreto Estadual nº 49.565/2020. Dúvidas podem ser esclarecidas através do e-mail confraria27@gmail.com.

 

Por Adriano Alves / Virabólica Comunicação.

 

 

Cultura

Fórum Popular de Cultura realiza live sobre como as/os trabalhadoras/es da cultura poderão receber os recursos da lei Aldir Blanc

Para acompanhar, basta acessar o canal do Youtube do Fórum Popular de Cultura de Petrolina. A live acontecerá nesta quinta-feira, 29/10, às 19h.

Foto: Divulgação

O Fórum Popular de Cultura de Petrolina – FPCP é uma organização política autônoma de trabalhadores/as da cultura de várias linguagens artísticas e que tem buscado o fortalecimento da classe cultural do município visando o planejamento e execução de ações para promoção, valorização e democratização de acesso á informações sobre políticas públicas de cultura.

Desde agosto o FPCP tem feito ciclos de Lives pelo seu canal no YouTube. A primeira conversa debateu sobre o Auxílio Emergencial da Cultura e foi transmitida dia 31/08 com a participação do Governo do Estado de Pernambuco na pessoa de Tarciana Portella, Assessora de Cooperação e Redes Culturais – Secult PE; e do Conselho Estadual de Políticas Culturais – CEPC PE na pessoa de Williams Santana.

A segunda Live contou com a participação da Gestão Cultural do Município  de Petrolina, que foi realizada dia 24/09, tendo como representantes o Secretário Executivo de Cultura, Cássio Lucena, o Diretor de Cultura, Marcone Melo, e o Agente Cultural – Servidor Público Efetivo, Sérgio de Sá, onde trouxeram informações sobre a operacionalização da lei de emergência cultural na cidade.

Na terceira Live, que aconteceu dia 20/10, estiveram presentes Jailson Lima (Gerente Interino do Sesc Petrolina), André Vitor Brandão (Supervisor de Cultura do Sesc Petrolina) e Ariane Samila Rosa (Professora de Artes – Literatura do Sesc Petrolina), informando sobre o acordo de cooperação técnica entre o Governo do Estado e o Serviço Social do Comércio – Sesc no município.

Dando continuidade a esse ciclo de conversas e espaço de debate, a quarta live será realizada na próxima quinta-feira, dia 29/10, com integrantes do FPCP falando sobre como as/os trabalhadoras/es da cultura poderão receber os recursos da lei Aldir Blanc, além de serem debatidos alguns pontos principais sobre os editais municipais, possibilidades de execução de projetos e a importância do cadastro na plataforma do Mapa Cultural. O encontro será mediado por Camila Rodrigues (atriz, editora de vídeos e produtora cultural) e terá como convidado Chico Egídio (produtor cultural, fotógrafo e cineasta).

Para os/as trabalhadore/as da cultura que tiverem dúvidas sobre como acessar os recursos da lei, estes poderão acompanhar a conversa ao vivo e fazer suas perguntas, pois esse momento será justamente para que a classe cultural, artistas, técnicos/as e produtores culturais possam juntes ampliar o espaço de debate e acesso aos recursos da lei.

Será um espaço de diálogo, escuta e interação entre a classe de trabalhadores/as da cultura.

Para acompanhar, basta acessar o canal do Youtube do Fórum Popular de Cultura de Petrolina. A live acontecerá amanhã (quinta-feira, 29/10) às 19h.

Siga o Fórum Popular de Cultura nas redes sociais!

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCWhoSZjG2LasT0VE8icwXMA

 Instagram: https://www.instagram.com/forumpopulardecultura/?hl=pt-br

 Facebook: https://www.facebook.com/forumpopulardeculturapetrolina/

Quer se cadastrar no Fórum Popular de Cultura?

Acesse:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdY9zvp5p-JK1N8QXBbEm1C4I9wTZfc6CCyOyIwC_N_r0Fx1Q/viewform

 

 GT de Comunicação do Fórum Popular de Cultura de Petrolina

 

Uncategorized

PARABÉNS PETROLINA! 125 anos de história municipal

Aos 74 anos de idade, em tempos pandêmicos, ainda continuo a me pensar nesta cidade, em posicionamentos e olhares críticos. Pois bem, hoje, aniversário da cidade, analiso um quadro bastante esclarecedor sobre as desigualdades sociais que aqui fincaram e são visíveis além da arquitetura da orla. *Por Elisabet Moreira.

Foto: Acervos da Abajur Soluções

Moro aqui, em Petrolina, há 44 anos, sou “cidadã petrolinense” oficialmente e nesta cidade construí minha vida profissional e familiar, com todos os percalços do viver, consciente de minha inserção em sua história. Aos 74 anos de idade, em tempos pandêmicos, ainda continuo a me pensar nesta cidade, em posicionamentos e olhares críticos.

Sim, Petrolina é uma bela cidade, diferente de quando aqui cheguei, carente e na expectativa de desenvolvimento, representada pelo represamento das águas deste rio São Francisco, que só é chamado de Velho Chico por uma nostalgia de poucos.

Hoje Petrolina, quase metropolitana em sua área de influência, abarcando outros municípios, como Lagoa Grande por exemplo, é referência regional seja pelo pólo médico, seja pelo universitário, seja pela produção e exportação de frutas do vale. E daí pode-se enumerar a grandeza de uma cidade que cresce sem parar. Quase não saio de casa, mas fico atenta em informações locais e me admiro dos nomes de tantos bairros novos, loteamentos, condomínios, projetos de irrigação, assentamentos, invasões…

No espaço e no tempo desta cidade, homens e mulheres que permanecem e não ficam só de passagem, como de sua origem histórica. A realidade contemporânea nos desafia, pois, além destas margens, da caatinga, das verdes áreas irrigadas, situa-se num Estado nacional e de sua interação.

Pois bem, hoje, aniversário da cidade, analiso um quadro bastante esclarecedor sobre as desigualdades sociais que aqui fincaram e são visíveis além da arquitetura da orla.

Você pode conferir e talvez refletir… eu faço algumas constatações. Pode ser acessível neste link:

https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/09/confira-renda-e-patrimonio-medios-em-sua-cidade.shtml

Ou ir diretamente ao site da FGV. Os dados, organizados pela FGV Social, a partir do IRPF de 2018, incluem todos os rendimentos declarados, inclusive aplicações financeiras, muitas vezes pessoas físicas que recolhem impostos menores por meio do Simples.

https://www.cps.fgv.br/cps/bd/docs/ranking/TOP_Municipio.htm

Analisar ou comentar dados estatísticos não é tarefa fácil. Mas me chamou muito a atenção, em primeiro lugar, o número de declarantes do Imposto de Renda na cidade. Esse dado me impactou. Apenas 10, 05%. E os outros 90% que não declaram… quem são ou por que não declaram?

Pessoas sem renda suficiente para declarar, pobres, desempregados, pequenos empresários rurais e urbanos e/ou… sonegadores?? Segundo a matéria da Folha de São Paulo, as cidades com mais declarantes de IRPF tendem a ser menos desiguais. Óbvio, significa que há mais distribuição de renda.

Agora, vejam a renda média da população.  Segundo estes dados, das declarações do IR do ano de 2018:  R$ 691, 96, mas a renda média dos declarantes é de R$ 6.884,44.

A diferença não passa desapercebida. A renda média dos declarantes é quase 10 vezes superior à renda média da população.  A desigualdade é gritante.

Essas diferenças se concretizam na comparação entre o Patrimônio Líquido Médio da População: R$ 11.512,33 para o Patrimônio líquido médio dos declarantes: R$ 114.537,71.

O que sabemos, em linhas gerais, é que a economia brasileira tende a aprofundar a desigualdade, quanto mais dependente de empregos informais e de baixa produtividade. Não vamos discutir aqui possíveis soluções ou alternativas, apenas quis destacar a desigualdade social em nossa cidade, cotidianamente visível.

Não posso deixar de frisar também que se tributa muito o consumo e pouco a renda e o patrimônio. Enfim, justiça social está na base de um governo realmente comprometido com a população, e não com estes representantes que aí estão.

Vamos refletir e nos posicionar…

 

 

Por Elisabet Gonçalves Moreira – professora, escritora e pesquisadora em cultura. Mora há 44 anos em Petrolina. 

 

Petrolina PE R$ 692 R$ 11.512 R$ 6.884 R$ 114.538 10,05
  % da população posição no Brasil
Declarantes na População 10,05% 1.865º
  Média posição no Brasil
Renda média da população R$ 691,96 1.347º
Patrimônio Liquido Médio da População R$ 11.512,33 2.265º
Renda média dos declarantes R$ 6.884,44 671º
Patrimônio liquido médio dos declarantes R$ 114.537,71 2.554º