Notícias

Documentário mostra bastidores de ação artística no Sertão baiano

Projeto Via Sertão foi contemplado em prêmio da Funarte

Cantora Andrezza Santos apresentou pocket show nos trilhos do trem Foto: Thierri Oliveira

Os trilhos de trem e a antiga estação ferroviária de Senhor do Bonfim foram palco para artistas apresentarem trabalhos de Música, Dança e Teatro. A Mostra Via Sertão foi criada para fomentar a cena cultural da região e teve sua primeira edição realizada de forma online em julho deste ano. Um documentário disponível na internet traz depoimentos dos artistas participantes e imagens dos bastidores das transmissões, podendo ser assistido no Youtube e no IGTV.

Historicamente, os trens foram os transportes de muitos artistas mambembes pelo Sertão nordestino. Esse projeto resgata e atualiza essa relação, criando um espaço de troca entre artistas de toda a região. “Foi muito importante realizar esse projeto por várias questões, estamos em uma cidade que não recebe muitos trabalhos artísticos em circulação e percebemos o interesse do público, as pessoas perguntando o que estava acontecendo por aqui”, afirma Natália Agla, coordenadora artística.

A mostra com formato híbrido entre atividades presenciais e online, contou com espetáculos de artistas da região, que ainda podem ser assistidas no IGTV do Portal Culturama. “Para a gente foi um prazer enorme participar dessa mostra, mesmo que virtual. Vir até Senhor do Bonfim e poder dançar na estação de trem, que é um lugar que carrega história, é muito interessante”, relata Julia Gondim, bailarina do Coletivo Trippé.

Além de apresentações artísticas, essa primeira edição do projeto investiu em atividades formativas com quatro oficinas gratuitas. “Foi muito positiva a minha oficina, muito proveitosa. Teve participação de atores, não atores, professores e pessoas que não tinham nenhum envolvimento com as artes. É prazeroso poder ministrar oficina para um público diverso”, conta Rafael Moraes, ator que esteve à frente da oficina ‘Alimentando Personagens’.

Uma produção em parceria da artista Natália Agla com a Pipa Produções, o projeto foi contemplado com o Prêmio Funarte Descentrarte em 2019. A proposta conta com o apoio do Portal Culturama e da Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, através da Secretaria Municipal de Cultura. A realização é da Fundação Nacional de Artes (Funarte), através da Secretaria Especial da Cultura, do Ministério do Turismo, Governo Federal.

LINK PARA YOUTUBE: https://youtu.be/j2vxgunBpv0LINK PARA IGTV: https://www.instagram.com/portalculturama/channel/

 

Por Adriano Alves | Virabólica Comunicação.

 

 

 

Notícias

Cantora e compositora Andrezza Santos concorre ao prêmio de ‘Melhor Cantora’ em premiação com artistas que atuam no Vale do São Francisco

O prêmio é uma homenagem aos artistas que fazem música na região do Vale do São Francisco. Andrezza Santos concorre na categoria de ‘Melhor Cantora’ após ser indicada pelo júri técnico da premiação, que acontece há anos.

Foto: Tássio Tavares/Abajur Soluções

Foi no sertão nordestino que a cantora e compositora Andrezza Santos, que é natural de São Paulo-SP, consolidou a sua carreira de mais de uma década. Firmou importantes parcerias musicais, lançou seu primeiro disco, e, além disso, desde que chegou ao Vale do São Francisco, há cerca de 6 anos, vem representando a região ao participar de importantes festivais e eventos nacionais. E é com esse histórico que a instrumentista concorre, pela primeira vez, ao Prêmio Portal ZAP, na categoria de ‘Melhor Cantora’.

O prêmio é uma homenagem aos artistas que fazem música na região do Vale do São Francisco. Andrezza Santos concorre na categoria de ‘Melhor Cantora’ após ser indicada pelo júri técnico da premiação, que acontece há anos. O público é quem escolherá os vencedores através de uma votação que segue aberta até o dia 14 de dezembro através do site www.portalzap.com.br/premiozap. Basta fazer o cadastro, procurar a categoria e votar na cantora.

A trajetória de Andrezza pelo Vale é marcante. São prêmios conquistados nas edições de 2015, 2017 e 2018 do Festival Edésio Santos da Canção, em Juazeiro-BA, e participações em festivais nacionais como o Música Educadora, do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb); o Festival Nacional da Canção (FENAC), em Minas Gerais; e a Mostra Sesc de Música, do SESC de Salvador-BA, entre os anos de 2018 e 2019, onde atuou como representante do Vale do São Francisco.  Em sua trajetória acumula ainda apresentações nos carnavais de Juazeiro e Petrolina, nos festivais culturais do SESC da cidade pernambucana e o lançamento, em uma produção totalmente regional, em 2019, de seu primeiro álbum, ‘Alto Lá’.

“Acredito que essa indicação é um reconhecimento de todo trabalhando que já desenvolvi e venho desenvolvendo aqui na região. Vir para cá foi um divisor de águas em minha carreira. Conheci pessoas incríveis, passei a produzir e me dedicar ainda mais à música, concorrendo em festivais, lançando singles e me apresentando em eventos importantes. E tudo isso só foi possível porque criei uma conexão muito forte por Juazeiro e Petrolina. Foi amor à primeira vista. Sou grata por tudo que já aconteceu e vem acontecendo”, diz a cantora.

A premiação acontecerá no dia 15 de dezembro.

Andrezza Santos

Andrezza Santos iniciou sua carreira aos 13 anos e desde então vem construindo seu trabalho autoral através da mistura de elementos musicais que passeiam entre a Música Popular Brasileira e o experimentalismo eletrônico. Participou de programas como o do Raul Gil, no SBT, cursou violão e canto popular, já dividiu o palco com cantores como Verônica Ferriani, Paulo Neto, Zezé Motta e Danilo Caymmi. Acumula participações e prêmios em festivais de música pelo Brasil. Em 2019 lançou seu primeiro álbum, “Alto Lá”, que aborda sobre o despertar, a liberdade e o empoderamento feminino.

 

Por Thiago Santos

Notícias

Andrezza Santos apresenta seu mais novo show ´Andarilha’ nesta quarta-feira, 25, no Sesc Petrolina

“‘Andarilha’ é um show que foi feito especialmente para a Mostra Leão do Norte e é uma imersão na minha narrativa de vida” disse Andrezza.

Foto: Divulgação

Há mais de dez anos no mundo da música, a cantora Andrezza Santos carrega uma bagagem recheada de histórias e vivências. Nascida e criada na periferia paulista e radicada na região do Vale do São Francisco há cerca de 6 anos, a instrumentista acumula uma experiência que lhes proporcionou percorrer diversos caminhos, inclusive fora do Brasil, e que hoje, traçam a sua carreira musical. E é inspirada na sua própria história que a compositora apresenta nesta quarta-feira (25) seu mais novo show, “Andarilha”, no Sesc de Petrolina, que também terá transmissão pela internet.

A apresentação integra a programação da 12ª edição da Mostra de Música Leão do Norte, considerada a maior ação de música regional do Sesc Pernambuco. Para o show, Andrezza Santos, que sobe ao palco do Teatro Dona Amélia a partir das 20 horas, vai apresentar um repertório autoral com canções que integram seu primeiro álbum, ‘Alto Lá’, lançado em 2019, como também músicas inéditas, inclusive algumas compostas durante o período da pandemia. Também haverá participações especiais.

“‘Andarilha’ é um show que foi feito especialmente para a Mostra Leão do Norte e é uma imersão na minha narrativa de vida. É sobre uma artista que saiu da periferia de São Paulo e desembarcou no semiárido nordestino, carregando histórias, vivências, trocas e influências. Vai ser um momento também para apresentar mais composições minhas, incluindo algumas que são inéditas. Tem canções que foram feitas durante a pandemia em parceria com as cantoras e compositoras Dayane Menezes e Ananda Fonseca, que também participarão do show, e Candyce Duarte”, revelou Andrezza.

Foto: Camila Rodrigues

Para o show presencial, o Sesc adotará diversas medidas, como o uso obrigatório de máscaras. O Teatro Dona Amélia está funcionando com a capacidade reduzida em 50%, com 172 lugares disponíveis. Equipes também estarão orientando o público sobre os cuidados para prevenção da Covid-19 e importância de respeitar as marcações de distanciamento, além de haver álcool em gel nos ambientes.

Os ingressos podem ser adquiridos com antecedência na Central de Relacionamento do Sesc Petrolina, que funciona das 8h às 12h e das 13h às 16h, ou duas horas antes do início do espetáculo na bilheteria do Teatro Dona Amélia. Quem preferir acompanhar de casa, pode adquirir o ingresso através da plataforma cursos.sescpe.com.br.

Andrezza Santos

Andrezza Santos iniciou sua carreira aos 13 anos e desde então vem construindo seu trabalho autoral através da mistura de elementos musicais que passeiam entre a Música Popular Brasileira e o experimentalismo eletrônico. Cursou violão e canto popular, já dividiu o palco com cantores como Verônica Ferriani, Paulo Neto, Zezé Motta e Danilo Caymmi. Acumula participações e prêmios em festivais de música pelo Brasil. Em 2019 lançou seu primeiro álbum, “Alto Lá”, que aborda sobre o despertar, a liberdade e o empoderamento feminino.

Serviço

Show ‘Andarilha’, de Andrezza Santos

Onde: Teatro Dona Amélia, no Sesc Petrolina, com transmissão virtual pelo Youtube do SESC PE

Quando: Quarta-feira, dia 25 de novembro

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) | R$ 20 para a transmissão virtual

Por Thiago Santos

Notícias

Mulheres compositoras ganham tributo em live show de Andrezza Santos

O show intimista será transmitido de um estúdio em Juazeiro-BA pela internet (youtube.com/AndrezzaSantosOficial), permitindo que o público acompanhe a apresentação de casa, cumprindo com o distanciamento social necessário neste período de pandemia.

A música brasileira é repleta de talentos femininos, como as já reconhecidas cantoras, mas também muitas compositoras que contribuíram e contribuem para a cena musical do país. Muitas dessas artistas são invisibilizadas pela sociedade e o grupo acaba representando apenas 10% dos compositores que mais ganham com direitos autorais no Brasil, segundo a União Brasileira de Compositores. Celebrando tais talentos, Andrezza Santos realiza nesta quinta (03) uma live show com um repertório composto apenas por criações feitas por mulheres. A transmissão será no canal oficial da cantora no Youtube, às 21h.

A artista denominou a live de ‘Benza Deusas: Tributo por nós’, fazendo referência ao álbum Benzadeusa (1993) da cantora Rita Lee, mas o repertório reúne músicas de várias outras compositoras nacionais e também aqui da região. “Pensei que esta live poderia ser uma forma de homenagear todas elas, que me inspiram a ser quem eu sou e fazer o que faço. Além de motivar todes a criarem e a consumirem mais trabalhos dessas mulheres incríveis. Podem esperar uma salada de fruta musical, de bossa Nova à rock n’ roll, do brega à ciranda. Tudo o que me inspira musicalmente estará presente nesta live de alguma forma”, adianta Andrezza Santos.

Nessa apresentação, a artista canta acompanhada de seu violão e investiga loopings – efeitos eletrônicos – ao vivo com percussão e vocais. O show intimista será transmitido de um estúdio em Juazeiro-BA pela internet (youtube.com/AndrezzaSantosOficial), permitindo que o público acompanhe a apresentação de casa, cumprindo com o distanciamento social necessário neste período de pandemia. A live também conta com a participação da cantora, compositora e comunicadora Mirielle Cajuhy na apresentação.

Paulista com raízes no Vale do São Francisco, não é a primeira vez que Andrezza Santos traz a mulher como inspiração principal para o palco. Seu primeiro álbum autoral Alto Lá (2019) aborda o empoderamento feminino, tema recorrente em suas propostas artísticas. “Desde quando lancei o disco Alto Lá no ano passado, tenho pesquisado e conversado com mulheres sobre representatividade no cenário na música. Sempre vou cantar algo que estou vivendo, sentindo ou que considero importante para ser dito, dentro do lugar que me cabe”, afirma a cantora e compositora.

Serviço:

O que é: Live Show ‘Benza Deusas: Tributo por nós’

Dia: 03/09 – Quinta

Horário: 21h

Transmissão: Youtube (youtube.com/AndrezzaSantosOficial)

Mais informações: Instagram @andrezzasantosoficial

Sinopse:

Toda mulher tem dentro de si o poder da criação. Seja na capacidade interna de lutar pelos próprios sonhos, seja na força de gerar uma nova vida, como também o poder de expressar através da arte tudo o que quiser. Por muito tempo, a voz destas mulheres foram roubadas, menosprezadas e invisibilizadas. Aos poucos, retomar o lugar de direito tem sido cada vez mais o foco desta luta. Com o intuito de homenagear e enaltecer canções feitas por mulheres do Vale do São Francisco, Uauá e São Paulo, o show musical ‘BENZA DEUSAS: TRIBUTO POR NÓS’ é composto por um repertório que vai da bossa nova ao rock n’roll, do brega à ciranda, trazendo com leveza e poesia a força das canções. Compositoras que marcaram gerações como Maysa, Rita Lee e Pitty também farão parte do repertório. Ademais, é um show em que a artista Andrezza Santos explora a própria musicalidade através do violão (seu instrumento principal) e loopings feitos ao vivo, trazendo elementos de percussão e vocais.

Sobre a artista:

Paulista de Santo André e radicada no Vale do São Francisco há 5 anos há cinco anos, Andrezza Santos é uma cantora, instrumentista e compositora que iniciou sua carreira aos 13 anos e desde então vem construindo seu trabalho autoral através da mistura de elementos musicais que passeiam entre a Música Popular Brasileira e o experimentalismo eletrônico. Cursou violão e canto popular, já dividiu o palco com cantores como Verônica Ferriani, Paulo Neto, Zezé Motta e Danilo Caymmi. Acumula participação e prêmios em festivais de música pelo Brasil. Em 2019 lançou seu primeiro álbum, “Alto Lá”, que aborda sobre o despertar, a liberdade e o empoderamento feminino.

Por Adriano Alves

Notícias

Andrezza Santos lança clipe ‘Cansei’ neste sábado (20) no Youtube

O clipe foi produzido em parceria com a produtora audiovisual NU7 produções, com direção e roteiro de Joedson Silva e estará também disponível nas principais plataformas de streaming da artista.

Foto: Divulgação

‘Cansei’, a primeira composição da menina de voz firme e afinada, Andrezza Santos, virou clipe e será lançada às 19h deste sábado (20) no Youtube. O clipe foi produzido em parceria com a produtora audiovisual NU7 produções, com direção e roteiro de Joedson Silva e estará também disponível nas principais plataformas de streaming da artista.

Dona de uma sensibilidade aguçadissima, Andrezza Santos denuncia nesta canção situações onde a mulher é silenciada, subestimada e controlada através da imposição de poder; da violência psicológica e verbal; e da tentativa de controlar uma outra existência dentro de uma relação ativa ou não.

Segundo o diretor do clipe, fazer o roteiro foi ao mesmo tempo um desafio e um prazer. “Um desafio, porque na Nu7 Produções, somos quatro homens e uma mulher e eu me senti quase que desautorizado a estar à frente da criação dessas imagens. Partimos então da escuta e, principalmente, das considerações da única mulher da Nu7 (Ana Emídia) e penso que conseguimos chegar em algo que atendesse ao que Andrezza esperava; Um prazer, porque admiro a pessoa, a presença, a energia e o trabalho de Andrezza”, pontuou Joedson Silva. A produção do clipe também contou com o apoio da estilista juazeirense Ninfa Tavares assinando o figurino da cantora

Foto: Divulgação

‘Cansei’ ficou entre as 24 melhores músicas do 48º Festival Nacional da Canção, que aconteceu em Minas Gerais em setembro último e faz parte de uma obra autoral que promete e muito. A cantora, instrumentista e atriz Andrezza Santos é paulista e mora há 3 anos em Juazeiro – BA.

O próximo passo será o lançamento de seu primeiro disco, que foi produzido com Iago Guimarães, do estúdio Casinha LAB e será lançado em novembro nas principais plataformas digitais, mostrando a versatilidade e a maturidade da cantora que encanta com uma bonita voz e compõe com poesia e serenidade.

Por Carlos Laerte

 

Notícias

Marcelo Jeneci, Chico Correa, Josyara, Vivendo do Ócio e Andrezza Santos vão tocar no Umbuzada Sonora 2017

Um elenco artístico que promete muito movimento e boas surpresas.

Chico Corrêa

A coordenação do Umbuzada Sonora anunciou nesta semana os nomes dos artistas e a programação do festival que acontece entre os dias 23 e 25 de março no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro – BA.

O evento começa quinta-feira (23), às 14h30, com a oficina de ‘Planejamento e Divulgação de Eventos em Redes Sociais’, ministrada pelo publicitário de Salvador, BA, Fernando Mariano. Na sexta-feira (24), das 17h às 19h, o festival promove uma mesa redonda, que discutirá problemas e estratégias relacionados à música no Brasil.

Andrezza Santos

Logo em seguida, a partir das 19h, as bandas locais Tertúlia e Garagem 5.9.6 interagirão com o público através de pocket shows e a noite terminará com uma Jam Session conduzida pela Jam no João. E, a partir das 20h do sábado (25), a plateia do Anfiteatro Centro de Cultura João Gilberto terá um encontro musical com os artistas Marcelo Jeneci, Chico Correa, Andrezza Santos, Josyara e a banda Vivendo do Ócio.

Vivendo do Ócio

Um elenco artístico que promete muito movimento e boas surpresas. Marcelo Jeneci, por exemplo, teve em 2014 seu CD ‘De Graça’ indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira. Chico Correa é outro nome que dispensa apresentações.  Já trabalhou com Dj Dolores, Cabruera, Totonho e os Cabras e se apresentou  também em diversos festivais por países europeus, africanos e asiáticos. A banda baiana Vivendo do Ócio também tem se destacado em todo o Brasil e possui público fiel no vale do São Francisco.

Como atividade paralela, o festival ainda promove uma oficina de Videoclipe Experimental, de 20 a 24 de março, no Centro Cultural Matingueiros, em Petrolina, PE, conduzida pelos cineastas Marco Bonachela e Ana Olívia Godoy, que vem de Recife especialmente para a ocasião.

Marcelo Jeneci

Produtor do Umbuzada Sonora junto ao curador Vince Athayde, Celso de Carvalho lembra que o festival musical chega este ano a 7ª edição. Disse que o evento ganhou peso e importância para a região por promover a cultura independente e o encontro entre artistas. “A cada nova edição, o festival amadurece e inova. Buscamos trazer para o público um autêntico momento onde os hits da nova música brasileira não vão deixar ninguém parado”, pontuou.

Música Independente

Um dos principais eventos anuais da música, no Vale do São Francisco, o Umbuzada Sonora foi editado pela primeira vez em 2010. Na época, trouxe para Juazeiro um intercâmbio de bandas e artistas, além da troca de informações do mercado cultural. Hoje, já consolidado, também traz discussões sobre temas importantes para o setor, contextos, problemas, caminhos e transformações na produção musical. Atualmente é considerado um dos melhores eventos musicais do interior do país.

Ingressos limitados

As vendas do Umbuzada Sonora para a edição de 2017 começam nesta quinta-feira (9). O ingresso antecipado pode ser adquirido no Vale Ingresso (River Shopping), SG (Posto Orla Petrolina) e Passaporte da Folia (Juazeiro). O preço da entrada será de R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Por ser uma venda especial, os bilhetes estarão disponíveis por tempo limitado.

A edição deste ano tem o apoio financeiro do Governo da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, através do Fundo de Cultura da Bahia por ter sido contemplado no Edital de Eventos Calendarizados 2013, além do apoio local da Comunicação Livre/Nilton Filho e Clas Comunicação & Marketing.

Maiores informações através da fanpage do evento no Facebook.

Texto Carlos Laerte

 

Notícias

Quarta-feira é dia de Clube da Bossa no Centro de Cultura João Gilberto

Os encontros acontecem toda quarta-feira, a partir das 19h30, com apresentações semanais gratuitas de música, permeadas de histórias, casos e curiosidades da Bossa Nova.

11737971_788366404609772_8262603248290276135_nQuarta-feira é dia de Clube da Bossa no foyer do Centro de Cultura João Gilberto. A edição de hoje(04) traz como convidada uma voz feminina: a cantora e instrumentista, Andrezza Santos.

Além de cantora e insrumentista Andrezza Santos é interprete da Música Popular Brasileira, iniciou sua carreira aos 13 anos de idade ao participar do programa “Cantando no SBT”, em 2010, onde crianças e adolescentes interpretavam canções da música popular brasileira. Obteve a 3ª colocação no concurso.

Seu estilo musical é rico, contagiante e versátil, pois o repertório é composto de grandes clássicos de compositores como Gilberto Gil, Djavan, Lenine, Vinicius de Moraes, Luiz Gonzaga, entre outros.

Atualmente, se prepara para o lançamento do seu primeiro CD, que contará com regravações importantes além de compositores renomados que cederam canções para seu primeiro trabalho.

O Clube da Bossa – é um dos nove projetos aprovado no edital de Dinamização em Espaços Culturais – Agitação Cultural, realizado pelo Governo do Estado através da SECULT, para o primeiro semestre de 2016. Os encontros acontecem toda quarta-feira, a partir das 19h30, com apresentações semanais gratuitas de música, permeadas de histórias, casos e curiosidades da Bossa Nova.