Notícias

“Democracia em Vertigem” é indicado ao Oscar

Documentário mostra o processo de impeachment de Dilma Rousseff e a crise política no Brasil

O documentário “Democracia em Vertigem”, da cineasta Petra Costa, foi indicado ao Oscar de 2020 de melhor documentário. O filme mostra o processo de impeachment de Dilma Rousseff e a crise política no Brasil, e foi lançado pela Netflix em junho de 2019.

O filme analisa também os protestos de 2013, a prisão de Lula, a Lava Jato e seu apoio popular nas ruas. A perda de força pela esquerda e a chegada da extrema direita ao poder com as eleições que elegeram o presidente Jair Bolsonaro também estão presentes no documentário.

Petra também assina os documentários “Elena” (2012) e “Olmo e a gaivota” (2014), premiados nos festivais de Brasília e do Rio, respectivamente. Esta é sua primeira indicação ao Oscar. “Democracia em Vertigem” concorre com “Indústria Americana”, “The Cave”, “For Sama” e “Honeyland”.

Mais Brasil no Oscar

Dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles, “Dois Papas” concorre ao Oscar de melhor ator (Jonathan Pryce), melhor ator coadjuvante (Anthony Hopkins) e melhor roteiro adaptado.

A lista de nomeados é liderada por “Coringa”. O filme protagonizado por Joaquin Phoenix concorre em 11 categorias. “Era uma vez em… Hollywood”, “1917”e “O Irlandês” disputam em 10 categorias. A cerimônia de entrega das estatuetas será em 9 de fevereiro, no Teatro Dolby de Los Angeles.

Confira todas as indicações:

Melhor filme:

“1917”
“Ford x Ferrari”
“O irlandês”
“Jojo Rabbit”
“Coringa”
“Adoráveis mulheres”
“Uma história de casamento”
“Era uma vez… em Hollywood”
“Parasita”

Melhor diretor:

Martin Scorsese
Tood Philips
Sam Mendes
Quentin Tarantino
Bong Jon Hoo

Melhor ator: 

Antonio Banderas, “Dolor y gloria”
Leonardo DiCaprio, “Era uma vez… em Hollywood”
Adam Driver, “Uma história de Casamento”
Joaquin Phoenix, “Coriga”
Jonathan Pryce, “Dois Papas”

Melhor atriz:

Cynthia Erivo, “Harriet”
Scarlett Johansson, “História de um matrimônio”
Saoirse Ronan, “Adoráveis mulheres”
Charlize Theron, “O escândalo”
René Zellweger, “Judy”

Melhor ator coadjuvante:

Tom Hanks, “Um belo dia na vizinhança”
Al Pacino, “O irlandês”
Joe Pesci, “O irlandês”
Brad Pitt, “Era uma vez… em Hollywood”
Anthony Hopkins, “Dois Papas”

Melhor atriz coadjuvante:

Kathy Bates, “O caso Richard Jewell”
Laura Dern, “História de um casamento”
Scarlett Johansson, “Jojo Rabbit”
Florence Pugh, “Adoráveis mulheres”
Margot Robbie, “O escândalo”

Melhor animação:

“Como Treinar Seu Dragão 3”
“I Lost My Body”
“Klaus”
“O Link Perdido”
“Toy Story 4”

Melhor roteiro original:

“Entre Facas e Segredos”
“História de um casamento”
“1917”
“Era Uma Vez… em Hollywood”
“Parasita”

Melhor roteiro adaptado:

“O Irlandês”
“Jojo Rabbit”
“Coringa”
“Adoráveis Mulheres”
“Dois Papas”

Melhor figurino:

“O Irlandês”
“Jojo Rabbit”
“Coringa”
“Adoráveis Mulheres”
“Era Uma Vez… em Hollywood

Melhor edição de som:

“Ford vs Ferrari”
“Coringa”
“1917”
“Era Uma Vez… em Hollywood”
“Star Wars: A Ascensão Skywalker”

Melhor mixagem de som:

“Ad Astra”
“Ford x Ferrari”
“Coringa”
“1917”
“Era Uma Vez… em Hollywood

Melhor filme estrangeiro:

“Corpus Christi” (Polônia)
“Honeyland” (Macedônia do Norte)
“Les Miserables” (França)
“Dolor y Gloria” (Espanha)
“Parasita” (Coreia do Sul)

Melhor animação curta:

“Dcera”
“Hair Love”
“Kitbull”
“Memorable”
“Sister”

Melhor curta-metragem:

“Brotherhood”
“Nefta Footbal Club”
“A Sister”
“The Neighbor’s Wind”

Melhor documentário:

“Indústria Americana”
“Democracia em Vertigem”
“The Cave”
“Honeyland”

Melhor documentário curta:

“In the Absence”
“Learning to Skateborad in a War Zone”
“Life Overtakes Me”

Melhor trilha sonora:

“Coringa”
“Adoráveis Mulheres”
“História de Um Casamento”
“1917”
“Star Wars: A Ascensão Skywalker”

Melhor canção:

“Toy Story 4”
“Rocketman”
“Breakthrough”
“Into The Unknown”
“Harriet”

Melhor fotografia:

“O Irlandês”
“Coringa”
“O Farol”
“1917”
“Era Uma Vez … em Hollywood”

Melhor montagem:

“Ford x Ferrari”
“O Irlandês”
“Jojo Rabbit”
“Coringa”
“Parasita”

Melhor direção de arte:

“O Irlandês”
“Jojo Rabbit”
“1917”
“Parasita”
“Era Uma Vez… em Hollywood”

Melhor maquiagem:

“O Escândalo”
“Coringa”
“Judy”
“Malévola”
“1917”

Melhores efeitos visuais:

“Vingadores: Ultimato”
“O Irlandês”
“O Rei Leão”
“1917”
“Star Wars: A Ascensão Skywalker”

* Com informações da Deutsche Welle

 

https://www.cartacapital.com.br/