Notícias

COVID-19: 7 mortes e 144 novos casos são registrados em Petrolina

O município agora passa a registrar 388 óbitos ocasionados pela Covid-19.

Foto: Reprodução

O boletim epidemiológico da Covid-19 divulgado pela Secretaria de Saúde de Petrolina, informa que a taxa de ocupação dos leitos de UTI desta segunda-feira (10), está em  81,2%. Dos 80 leitos, 65 estão ocupados. 42 pacientes são de Petrolina e 23 de outras cidades da região.

O boletim ainda registra 144 casos positivos, sendo 62 do sexo masculino, com idades de quatro meses a 96 anos, e 82 do sexo feminino, com idades de um a 79 anos. Dos resultados obtidos, 132 foram através de exames realizados pela Prefeitura de Petrolina e 12 por exames laboratoriais. Agora, 25.279 pessoas já foram infectadas pelo novo coronavírus. O total de pacientes recuperados está em 21.443, isso representa 84,8% do total.

Há ainda o registro de sete óbitos. Tratam-se de quatro pessoas do sexo masculino e três do sexo feminino com as respectivas idades de 98, 73, 62, 50, 80, 74, 61 anos, destes, quatro não tinham histórico de comorbidades. Os pacientes estavam internados em hospitais públicos e privados da região. Os óbitos aconteceram do dia 12 de abril a 10 de maio, os registros com a confirmação das mortes só chegaram nesta segunda-feira (10) à Secretaria de Saúde.  Assim, o município passa a registrar 388 óbitos ocasionados pela Covid-19.

Outras informações

A Secretaria de Saúde também divulgou informações complementares sobre a pandemia em Petrolina.

– Casos investigados: 1.582 pessoas sendo monitoradas, há possibilidade de estarem infectadas.

– Casos por raça/cor: 19 pessoas se declaram pretas, duas indígenas, 91 pardas, cinco amarelas, 24 brancas e três optaram por não declarar.

– Casos descartados: Até agora, 94.761 casos já foram descartados. As pessoas que foram testadas tiveram resultados negativos.

– Casos ativos: O município tem 3.448 casos ativos do novo coronavírus.

Todas as informações sobre a pandemia estão disponíveis no: petrolina.pe.gov.br/coronavirus.