Notícias

4ª edição da Semana e Parada do Orgulho LGBT de Petrolina-PE será realizada esta semana

Com uma programação diversa, a 4ª Semana do Orgulho LGBT+ realizará rodas de diálogos e seminários em escolas públicas e universidades, além de audiências públicas e ações sociais e culturais na “Tenda da Diversidade”, que será montada na praça do Bambuzinho

Foto: Divulgação.

Petrolina estará mais colorida e diversa nos próximos dias. É que a partir desta segunda (11) e até o próximo sábado (16, a cidade será palco e sede da 4ª edição da Semana e Parada do Orgulho LGBT+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Com o tema, “Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”, o evento busca reunir além da comunidade LGBT+, pessoas ligadas a causa, movimentos sociais organizados e quem mais quiser somar-se a luta e à diversidade de cores tomará as ruas da maior cidade do Sertão Pernambucano.

Com uma programação diversa, voltada para a pluralidade que a causa pede, a 4ª Semana do Orgulho LGBT+ realizará rodas de diálogos e seminários em escolas públicas e universidades, além de audiências públicas e ações sociais e culturais na “Tenda da Diversidade”, que será montada na praça do Bambuzinho, centro da cidade.

Na “Tenda da Diversidade”, serão oferecidos serviços de saúde, como testes rápidos para detecção de infecções sexualmente transmissíveis (IST), distribuição de preservativos, além de orientações de prevenção a saúde para o público LGBT+. Testes rápidos são aqueles cuja execução, leitura e interpretação dos resultados são feitas em, no máximo, 30 minutos. Além dos serviços de saúde, a tenda também vai oferecer muita cultura e diversão. O palco da praça do Bambuzinho receberá artistas locais que, entre performances, esquetes teatrais e outras linguagens artísticas, trarão mais cores e diversidade cultural para o centro da cidade.

A programação será encerrada no próximo sábado (16), com a 4ª Parada do Orgulho LGBT+ de Petrolina. Com previsão de início para às 17h, a concentração para a Parada será na Praça das Algarobas, Avenida Guararapes (próximo aos monumentos da Integração e dos Pracinhas) e finalizada na orla de Petrolina, com shows e apresentações artísticas.

O objetivo principal da 4ª Semana e Parada do Orgulho LGBT+ de Petrolina é sensibilizar a sociedade em geral para o respeito à população LGBT, além de chamar a atenção do Poder Público para a urgente necessidade de implantar e implementar políticas públicas para esta população. Segundo a série histórica do mapa da violência, os índices de criminalidade no Brasil são altíssimos se comparados a outros países da América Latina, e Pernambuco é um dos Estados mais violentos nesse ranking. A violência cometida contra grupos tidos como “minorias” (LGBTI+, mulheres, negros, etc), dentro das estatísticas são muito visíveis no que concerne às mulheres e crianças e, em menor número, aos idosos. Mas um dado preocupante que, por vezes, passa despercebido nas estatísticas é o número de pessoas que são assassinadas pela intolerância à sua orientação afetivo-sexual e/ou identidade de gênero.

A LGBTfobia causou, em 2018, 420 mortes de lésbicas, gays, bissexuais e pessoas transexuais no país, sendo 320 homicídios (76%) e 100 suicídios (24%). Os dados são do relatório do Grupo Gay da Bahia, que recolhe estatísticas há 39 anos. Segundo esses dados, em 2017 a cada 19 horas, um/a LGBT morreu por motivação homotransfóbica no Brasil.

De acordo com a ONG alemã Transgender Europe, através de seu mapa de monitoramento das violações de direitos humanos, o Brasil é a nação que mais mata pessoas transexuais no mundo. De 2011 a 2015 foram registrados 546 casos. Para se ter uma ideia, o México, segundo colocado, teve no mesmo período 190 casos.

O relatório Nª 543/2019 da Secretaria de Defesa Social (SDS), do Governo de Pernambuco, divulgado em 25/07/2019 dá conta de que no período de janeiro/2018 a junho/2019 1.441 LGBT foram vítimas de violência em Pernambuco.

É em razão destas estatísticas e da necessidade de dar um basta no preconceito e discriminação que ainda cerca as pessoas LGBTs que o evento está sendo realizado. Símbolo de comemoração, mas, principalmente, de luta, a 4ª Parada do Orgulho LGBT+ é resultado da união da Associação e Movimento da Parada da Diversidade Sexual de Petrolina, da Rede LGBT do Interior de Pernambuco, do Movimento LGBT Leões do Norte (sediado em Recife) e de diversas pessoas que, acima de tudo, resistem e levam à muitos lugares o grito de uma comunidade inteira.

 

Programação Detalhada

11/11 segunda-feira – 14h: Roda de Diálogo “Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”

Local: Escola Dom Antônio Campelo, Av. Alfredo Martins – Jardim São Paulo

12/11 terça-feira – 09h: Formação para coordenadores com foco no cuidado e acolhimento da população LGBT. (SES/GERES)

Local: Auditório da VIIIª GERES (Av. Fernando Góes, S/N, centro).

12/11 terça-feira – 13h30: Roda de Diálogo ““Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”

Local: EREM Otacílio Nunes de Souza, Rua Tchecoslováquia, 500 – Areia Branca

13/11 quarta-feira – 08h: Roda de diálogo ““Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”

Local: EREM Professora Osa Santana de Carvalho, R. Dezoito, 18 – COHAB Massangano

13/11 quarta-feira – 19h: Mesa de Debate. Tema “Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”

Convidad@s: Alzyr Saadehr, Lícia Lotran, Ramon Souza, Hewyra Lima, Mycaella Bezerra, Cícero Deusdilson

Local: Sala 04 do bloco de Serviço Social – FACAPE, Campus Universitário s/n – Vila Eduardo

14/11 quinta-feira – Manhã/Tarde: Tenda da Diversidade – Testagem rápida HIV/Sífilis

Local: Tenda do Bambuzinho, centro (A confirmar)

14/11 quinta-feira – 08h: Roda de diálogo ““Enquanto houver cores, haverá resistência: Petrolina de mãos dadas contra o conservadorismo e as LGBTfobias”

Local: EREM Clementino Coelho, Av. da Integração, SN – Jardim Maravilha

14/11 quinta-feira – 14h: Audiência no MPPE – Promotoria de Justiça e Direitos Humanos

Local: Ministério Público de Pernambuco, Av. Fernando Góes, 625 – Centro

14/11 quinta-feira – 19h: Mesa de debate: “Universidade e Diversidade, os desafios enfrentados pela população LGBTQI+ na instituição.

Convidad@s: Prof. M. Camila Roseno, Prof. M. Antonio Carvalho, Prof. Rildo Veras

Local: UPE (Sala 04, bloco D – Prédio da Saúde), Campus Universitário s/n – Vila Eduardo

15/11 sexta-feira – Manhã/Tarde:  Panfletagem

Local: Centro

16/11 sábado – Manhã:  Panfletagem

Local: Centro

16/11 sábado – 17h: 4ª Parada do Orgulho LGBT+ de Petrolina.

Concentração: Praça das Algarobas, Avenida Guararapes

Atrações: “Filhos do Arco-íris” com Alan Cleber e Deija, além do DJs Candite, Elliot, Kevin, Romulo André, Pedro Alencar, Akame e Andre Kawai. As hostess Tassio e Thierry .

Percurso da parada: Av. Guararapes, Av. Joaquim Nabuco, Praça 21 de Setembro, Av. Cardoso de Sá (do Posto Orla até o palco da orla).

 

Serviço
Evento: 4ª Semana e Parada do Orgulho LGBT+ de Petrolina

Data: 11 a 16 de novembro de 2019

Coordenação: Alzyr Saadehr

Assessoria de Comunicação: Danilo Souza

Contatos: (87) 98812.8298 (WhatsApp) e (87) 98874.68897

E-mail: alzyrsaadehr@gmail.com

Organização: Associação e Movimento da Parada da Diversidade Sexual de Petrolina, Rede LGBT do Interior de Pernambuco, do Movimento LGBT Leões do Norte (Recife-PE)

Redes sociais: Instagram @movimentoparadalgbtpetrolina

 

 

Danilo Souza Santos
Equipe de Comunicação