Notícias

A poesia, Juazeiro, o Velho Chico… estão de Luto: Morre em São Paulo o poeta Manuca Almeida

Foi um desenlace tranquilo desta vida terrena. Uma passagem com a suavidade da sua poesia.

Com extremo pesar, comunicamos a morte do poeta e compositor Emanuel Almeida, Manuca Almeida, o amado Manuquinha, que em 16 de dezembro faria 54 anos.

Ele nasceu em Aracaju (SE), mas sempre foi juazeirense.

O poeta foi acometido por um câncer e estava em São Paulo fazendo tratamento.

Lutou, bravamente, junto com sua família e sob uma tempestade de orações e vibrações positivas, durante cerca de seis meses, contra a doença, e se libertou.

Foi um desenlace tranquilo desta vida terrena. Uma passagem com a suavidade da sua poesia.

Nossos sentimentos a sua esposa, Lu Almeida, as filhas Dandara, Vitoria, Iana, Fernandinha e Ben, seus netos.

Nossos sentimentos a Dona Eunice e aos irmãos.

Que os espíritos de luz te envolvam e te assistam nesta passagem, Manuquinha!

Eles já sabem que você foi fazer poesia aí por cima.

Siga em paz, meu irmão!

Você dignificou a raça humana e agora é luz!

Fica uma saudade imensa.

Fica seu nome poesia.

Ficam seu amor e alegria.

Da Redação por Sibelle Fonseca

http://pretonobranco.org/portal