Notícias

Organizações sociais e movimentos sindicais de Petrolina promovem Ato pelos 100 mil mortos no país

O ato de solidariedade e em defesa da vida será realizado nesta terça-feira,11, na praça Maria Auxiliadora, às 16h.

Foto: Divulgação

Representantes, organizações e movimentos sociais de Petrolina-PE, que acreditam na vida e repudiam o genocídio de brasileiros e brasileiras, como a Vereadora Cristina Costa, a União Brasileira das Mulheres (UBM), movimentos sindicais, movimento Cores, Partido dos Trabalhadores, povos de terreiros, entre outros, promovem nesta terça-feira, dia 11 de agosto, o “Ato pelos 100 mil mortos pela COVID-19”, na Praça Maria Auxiliadora, Centro de Petrolina, às 16h.

O Ato tem o objetivo de denunciar as ações genocidas do desgoverno Bolsonaro, que tem ignorado e subestimado a pandemia, deixando o Ministério da Saúde a quase 90 dias sem um Ministro. Em meio a todo esse caos, 100 mil brasileiros e brasileiras perderam a vida e deixaram em seus entes queridos sentimentos de desesperança e tristeza, além do Brasil ter atualmente 3 milhões de casos de Covid-19 e 12,4 milhões de desempregados.

Desta forma, as instituições se unem para um ato simbólico pelos mortos, solidariedade a dor das famílias enlutadas e em defesa da democracia e pela garantia dos direitos que estão sendo desrespeitados, sendo o primeiro deles, o direito à vida!

Contatos:

Robson Sintepe (87) 9109-3505,

Ana Célia (87)98875-2321

Robson Rocha (87)98818-4081

 

Com informações de Raine Souza