Notícias

7 filmes para entrar de cabeça no Mês da Consciência Negra

Filmes para fazer refletir sobre a condição do povo negro.

12 Anos de Escravidão (2013): baseado na história verídica de Solomon Northup (1808 – 1863), um homem negro livre que foi raptado e vendido como escravo, no século 19, nos EUA. Vencedor de três Oscar – melhor filme, melhor atriz (Lupita Nyong’o) e melhor roteiro adaptado. Diretor: Steve McQueen. 134 minutos. (Foto: Reprodução)

12 anos de escravidão

Amistad (1997): inspirado no motim ocorrido a bordo do navio La Amistad, em 1839. Os africanos escravizados mataram a tripulação branca. O grupo desembarcou nos EUA, onde foi julgado e libertado. Indicado a quatro Oscar. Diretor: Steven Spielberg. 155 minutos. (Foto: Reprodução)

amistad

Corina, Uma Babá Perfeita (1994): com nível superior completo e sem emprego, Corrina Washington (Whoopi Goldberg) se torna empregada doméstica do viúvo Manny Singer (Ray Liotta) e de sua filha, em 1959, nos EUA. Com a convivência, Corrina e Manny acabam se apaixonando. Diretor: Jessie Nelson. 115 minutos. (Foto: Reprodução)

Corina, uma babá perfeita

Faça a Coisa Certa (1989): o ítalo-americano Sal (Danny Aiello) é dono de uma pizzaria, localizada em um dos bairros mais pobres de Nova York, nos anos 1980. Com a clientela majoritariamente negra e latina, o comerciante acaba envolvido em um conflito inter-racial. Indicado a dois Oscar. Diretor: Spike Lee. 120 minutos. (Foto: Reprodução)

faça a coisa certa

A Cor Púrpura (1985): drama baseado no romance homônimo da escritora norte-americana Alice Walker. A partir da história de Celie Johnson (Whoopi Goldberg), o filme discute questões como discriminação racial e sexual no início do século 20, no sul dos EUA. Onze indicações ao Oscar. Diretor: Steven Spielberg. 154 minutos. (Foto: Reprodução)

A cor purpura

Adivinhe Quem Vem Para Jantar (1967): a universitária branca Joey Drayton (Katharine Houghton) apresenta à sua família o seu mais novo namorado, o renomado médico negro John Prentice (Sidney Poitier). O filme se centra na reação dos pais, então liberais, da jovem. Vencedor de dois Oscar – melhor atriz (Katharine Hepburn) e melhor roteiro. Diretor: Stanley Kramer. 108 minutos. (Foto: Reprodução)

adivinhe quem vem para jantar

Um Deslize Perigoso (2015): ambientado nos dias de hoje, narra o cotidiano de Malcolm (Shameik Moore), um adolescente geek fissurado pelo hip-hop dos anos 1990. Sem querer, o jovem e seus amigos se envolvem com o traficante barra-pesada do bairro. Com criatividade e tecnologia, o trio arruma um jeito para se livrar dessa roubada. Exibido no último Festival do Rio. Diretor: Rick Famuyiwa. 103 minutos. (Foto: Reprodução)

um deslize perigoso

Conteúdo originalmente produzido pela jornalista Debora de Lucas em seu “blog” pessoal, Mondo Debo.