Notícias

Comunidades Quilombolas de Juazeiro serão vacinadas contra a covid-19

Essa conquista foi uma solicitação das líderes das comunidades quilombolas de Juazeiro, Alagadiço, Barrinha da Conceição e Rodeadouro, juntamente com o Conselho de Promoção da Igualdade Racial (COMPIR).

Registro da comunidade Quilombola do Alagadiço, durante uma oficina de crochê

Recebemos informações da presidente do Conselho de Promoção da Igualdade Racial de Juazeiro, BA, (COMPIR), Luana Rodrigues, dando conta de que após a realização de uma reunião do Conselho com a Senhora Renata, responsável pelo setor de imunização da Prefeitura de Juazeiro,  ficou decidido que a 1ª dose da vacina das populações quilombolas, nas próprias comunidades, começa nesta quinta-feira, 08, respeitando a decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), direcionando 20% das doses da vacina que previne o COVID 19, de cada lote que chega ao município, até concluir a imunização dessas comunidades tradicionais.

A reunião foi solicitada pelas líderes das comunidades quilombolas de Juazeiro, Alagadiço, Barrinha da Conceição e Rodeadouro, juntamente com o Conselho de Promoção da Igualdade Racial e foi bastante positiva, visto que ao final já foi organizado um calendário de vacinação para as comunidades, sendo:

08/04, quinta-feira, comunidade do Alagadiço às 14h

09/04, sexta-feira, comunidade de Barrinha às 9h da manhã (com possibilidade de alteração)

12/04, segunda-feira comunidade do Rodeadouro às 14h

De acordo com a Prefeitura, nesse primeiro momento, nas três Comunidades serão imunizadas um total 220 pessoas.

Barrinha da Conceição vacinará toda a população acima de 18 anos (formando um total de 75 pessoas; havia vacinado 6 pessoas) agora serão vacinadas 69 pessoas;

Alagadiço, vacinará mais da metade (passou um total de 114 pessoas – haviam vacinado apenas duas pessoas) – vacinará 74 pessoas (restarão 38);

Rodeadouro – 80 pessoas (aguardando a lista completa de pessoas acima de 18 anos).

De acordo com a presidente do COMPIR, no mês de fevereiro o Conselho encaminhou para a Prefeitura de Juazeiro, ofício solicitando a imunização das Comunidades Quilombolas, e que não obtiveram resposta. Em março tiveram reunião com o Secretário da SEDES (em que colocaram a pauta da imunização) e este encaminhou a demanda para o Secretário de Saúde, que fez contato com as Comunidades Quilombolas, através do setor responsável.

A reunião de hoje aconteceu com o intuito de acertar caminhos e seguir normas e decretos que regem a vacinação para públicos prioritários no que tange a imunização do COVID 19.   

Agora no mês de abril, efetivamente, as comunidades serão atendidas. A vacinação acontecendo in loco, aplicando a 1ª dose em um quantitativo maior de pessoas.

“A Nossa Preocupação se relaciona com a extrema vulnerabilidade desses solos tradicionais, historicamente alijados dos direitos básicos, inclusive a água trada, saneamento e o acesso à saúde. Negligências de direitos que nesse momento de pandemia, agrava muito a exposição dessas pessoas ao vírus e a morte, como consequência do contágio, das inúmeras morbidades que atingem principalmente a população negra e do colapso do SUS”, afirmou Luana Rodrigues.