Notícias

Grito dos Excluídos volta às ruas em Pernambuco se somando na luta pelo “Fora Bolsonaro”

Em defesa da vida, ações no estado aliam luta política e ações de solidariedade; veja locais de concentração dos atos

Último ato de rua do Grito foi em 2019; Agora, em 2021, movimentos avaliam que situação do Brasil obriga o retorno às ruas – Brasil de Fato PE

Com o já conhecido lema “Vida em primeiro lugar”, a 27ª edição do Grito dos Excluídos volta às ruas em 2021. Neste ano, diante da profunda crise econômica, política e sanitária em que o Brasil vive, os movimentos chamam a população para a luta por mais participação popular, saúde, comida, moradia, trabalho e renda. Além das centenas de movimentos populares, grupos religiosos, ONGs e entidades que tradicionalmente constroem a mobilização, neste ano a Campanha Fora Bolsonaro se junta ao grito.

Em 2020, por causa da pandemia, as mobilizações foram de caráter simbólico. Com a redução da transmissão e letalidade do coronavírus no Brasil, os movimentos voltam ás ruas, mas pedem que os manifestantes sigam os protocolos sanitários de distanciamento organizados durante as passeatas; mantenham o uso de máscaras, de preferência PFF2; e álcool em gel para higienizar as mãos.

Rodas de conversa e caminhadas em bairros periféricos mobilizam para manifestações desta terça (07) / Lizandra Martins

Em algumas cidades pernambucanas a mobilização para o ato do sete de setembro acontece com os “pré-gritos”, que são ações de divulgação e mobilização, a exemplo das rodas de conversa e panfletagens que acontecem desde o início do mês em Petrolina, no sertão pernambucano, e as caminhadas pelos bairros periféricos, carreatas e seminários feitos na região metropolitana do Recife.

Atos bolsonaristas

Em contrapartida, o próprio presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores vem fazendo convocações para atos antidemocráticos de 7 de setembro, que de acordo com o presidente, são um ultimato a ministros do STF. Também vem sendo cogitado um possível motim nas polícias militares em apoio ao governo, que tem sido convocados por policiais da ativa e da reserva.

Em relação aos atos bolsonaristas, a Câmara de Controle Externo da Atividade Policial e Sistema Prisional do Ministério Público Federal (MPF) afirmou em nota no último sábado (4) haver uma “preocupação com as manifestações que estão marcadas para os dias 7 e 12 de setembro”. A nota afirma que “eventuais abusos e violações à ordem democrática serão rigorosamente investigados e punidos pelos órgãos de controle”.

Locais e horários

Além das palavras de ordem, bandeiras e cartazes, as organizações populares também estarão arrecadando alimentos não perecíveis durante as concentrações, que serão destinados a iniciativas de solidariedade que direcionam os alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade. No Recife, a arrecadação ficará concentrada no coreto da Praça do Derby e em Petrolina, na Praça da Juventude. Veja a lista de cidades pernambucanas onde ocorrerão atos do Grito dos Excluídos:

PE – Caruaru – Morro Bom Jesus | 14h

E – Ouricuri – Praça do Banco do Nordeste | 8h

PE – Recife – Praça do Derby até Pátio do Carmo | 10h

PE – Petrolina – Praça da Juventude | 8h

PE – Garanhuns | Subsede da FETAPE | 8:30h

https://www.brasildefatope.com.br/