Olhares

INFINITO PARTICULAR

Neste mês a sessão Olhares traz o trabalho da fotógrafa Rosângela Sá, uma mostra inédita na região com crianças autistas.

familia-2-1

Durante este mês os leitores do Ponto Crítico poderão conferir algumas fotos da exposição INFINITO PARTICULAR da fotógrafa Rosângela Sá. No texto abaixo Rosângela conta como surgiu a ideia e fala da experiência do projeto, confiram:

familia-1-1-4

Há muito tinha o desejo de fotografar crianças especiais. Através de Eliária Reis (Marketing do River Shopping) recebi o convite para uma exposição referente ao dia da criança que a princípio seria de imagens que eu já tivesse, mas conversamos e falei dessa ideia sobre as crianças especiais, que foi de pronto aceita. Juntas decidimos qual segmento fazer e escolhemos o AUTISMO, assunto bem pouco conhecido e discutido na região. Em busca na internet consegui encontrar apenas uma exposição fotográfica feita por fotógrafos profissionais, então o projeto começou a tomar forma unindo esse desejo a também o projeto já existente desenvolvido pela AMAR (Aliança das Mães e Famílias Raras).

familia-1-1-5

Infinito Particular é como se chama essa mostra inédita na região.

O autismo é um transtorno do desenvolvimento que modifica especialmente a capacidade de comunicação e de socialização, de forma mais ou menos intensa, dependendo da gravidade com que se apresenta. Ainda que não tenha cura, existem muitos tratamentos, terapias e atividades que, aliadas ao cuidado da família, promovem uma profunda evolução e qualidade de vida para o autista. Quando mais cedo for feito o diagnóstico e começarem as intervenções, melhores serão os resultados obtidos pela criança.

Durante todo o processo tive Larissa Lins, que é jornalista, e ficou responsável de nos acompanhar e escrever sobre cada uma das criaças e além dela, Naelton Goes (Vídeomaker ) produzindo imagens dos bastidores do projeto.

familia-3-9

Foram 5 famílias e sete crianças que participaram da mostra fotográfica, sendo cinco autistas e duas neurotípicas (como são denominadas pessoas que não apresentam nenhum tipo de psicopatologia). Alice e Artur, que são gêmeos, Eydson, João Gabriel, Luiz Henrique, Sofia e Rafael, cujas idades variam entre dois e sete anos, têm rotinas e gostos parecidos como a maioria das crianças – a diferença está nas terapias que alguns deles precisam para ajudá-los a desenvolver algumas habilidades, como as sociais e de comunicação. Todos eles são muito inteligentes, carismáticos e verdadeiramente adoráveis, o que o público poderá facilmente comprovar observando as fotos.

familia-1-3

A montagem

A exposição contou com 3 banners gigantes nas 3 entradas do shopping e no centro dele foram colocados os 14 grandes painéis onde de uma lado tinha a foto apenas da criança e do outro o pequenino com os pais e mais um texto sobre cada uma delas. Para compor o espaço, confeccionei 2 lustres de pirulitos. Havia ainda um painel com as telas pintadas pelas crianças durante os ensaios e uma tv com 3 fones simultâneos para que o público pudesse assistir aos vídeos dos bastidores do projeto e ver mais fotos dos ensaios.

Presenteamos cada família com um álbum que foi produzido pelo nosso parceiro e incentivador IMAGEM (laboratório e encadernadora). Demos prioridade a produzir tudo aqui mesmo em Petrolina.

O visitante ainda pôde comprar uma camisa do Projeto AMAR É PARA TODOS, idealizada pela AMAR (Aliança das Mães e Famílias Raras). A renda foi revertida para AMAR e AAMAVASF (Associação de Amigos do Autista do Vale do São Francisco)

Aliado à exposição fiz uma campanha falando sobre o Autismo nas minhas redes sociais.

"familia-1-8

Produzir essa mostra foi um grande desafio pessoal e profissional. Um desafio vencido, prazeroso e que estou muito feliz de ter constatado que criança é criança. Elas responderam igualmente aos estímulos.

Fiz nestes ensaios exatamente tudo o que faço com as crianças neurotípicas e o resultado foi o mesmo ou porque não dizer: ainda mais incrível.

É importante ressaltar que produzi tudo de acordo a particularidade de cada uma delas.

familia-4-1

Estou imensamente grata ao universo por me propiciar tal experiência e de ter comigo tantas pessoas maravilhosas que fizeram do meu sonho de fotografar crianças especiais uma realidade.

Esse sonho servirá para trazer um pouco mais de consciência à população para que possam se despir de qualquer preconceito e principalmente servirá de alerta para o diagnóstico cedo, fazendo com que as famílias possam ajudar ainda mais os seus pequeninos.

Gratidão enorme às mães que toparam se expor.

familia-5-8

Sinto que com projetos desse cunho, a fotografia cumpre bem o seu papel social.

A minha vida tem mais um grande capítulo depois desse projeto. Sou uma pessoa muito melhor agora e se Deus permitir e o universo, sempre terei ao meu redor desafios que me ajudem a crescer como ser humano e como espírito.

familia-1-10

Tem um texto que me resume muito bem nesse momento da minha vida:

(Uma adaptação do texto da psicóloga Kelly Maia “Sou feita de retalhos”)

“Sou feita de retalhos. Pedacinhos coloridos de cada vida que passa pela minha e que vou costurando na alma. Nem sempre bonitos, nem sempre felizes, mas me acrescentam e me fazem ser quem eu sou.

Em cada encontro, em cada contato, vou ficando maior… Em cada retalho, uma vida, uma lição, um carinho, uma saudade… que me tornam mais pessoa, mais humana, mais completa.

E penso que é assim mesmo que a vida se faz: de pedaços de outras gentes que vão se tornando parte da gente também. E a melhor parte é que nunca estaremos prontos, finalizados… haverá sempre um retalho novo para adicionar à alma.

Portanto, obrigada a cada um de vocês, que fazem parte da minha vida e que me permitem engrandecer minha história com os retalhos deixados em mim. Que eu também possa deixar pedacinhos de mim pelos caminhos e que eles possam ser parte das suas histórias.

E que assim, de retalho em retalho, possamos nos tornar, um dia, um imenso bordado de ‘nós’.”

familia-1-11

A curadoria técnica dessa mostra foi feita por:

  • Rosângela Sá ( Fotógrafa )
  • Silvia Nonata (Fotógrafa)
  • Leonardo Carvalho (Fotógrafo)
  • Flávio Andrade (Vídeomaker)
  • Naelton Goes (Vídeomaker)

Parceria – O projeto “Infinito Particular” foi concebido em parceria com a Associação de Amigos do Autista do Vale do São Francisco (Aamavasf), instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é potencializar o tratamento, educação e socialização de autistas da região. Fundada em 2012, a Aamavasf promove ações de conscientização junto à sociedade, além de realizar palestras, encontros e eventos de acolhimento entre famílias de autistas e profissionais como psicólogos e pedagogos.

A Exposição fotográfica “Infinito Particular” esteve no River Shopping no período de 7 a 25 de outubro e agora, parte dela está aqui na sessão OLHARES do Ponto Crítico.

familia-1-13

familia-2-2

familia-2-3

familia-2-7

familia-2-8

familia-2-9

familia-3-3

familia-3-4

familia-3-8

familia-4-4

familia-4-5

familia-4-6

familia-5-1

familia-5-5

familia-5-9