Notícias

Mulheres compositoras ganham tributo em live show de Andrezza Santos

O show intimista será transmitido de um estúdio em Juazeiro-BA pela internet (youtube.com/AndrezzaSantosOficial), permitindo que o público acompanhe a apresentação de casa, cumprindo com o distanciamento social necessário neste período de pandemia.

A música brasileira é repleta de talentos femininos, como as já reconhecidas cantoras, mas também muitas compositoras que contribuíram e contribuem para a cena musical do país. Muitas dessas artistas são invisibilizadas pela sociedade e o grupo acaba representando apenas 10% dos compositores que mais ganham com direitos autorais no Brasil, segundo a União Brasileira de Compositores. Celebrando tais talentos, Andrezza Santos realiza nesta quinta (03) uma live show com um repertório composto apenas por criações feitas por mulheres. A transmissão será no canal oficial da cantora no Youtube, às 21h.

A artista denominou a live de ‘Benza Deusas: Tributo por nós’, fazendo referência ao álbum Benzadeusa (1993) da cantora Rita Lee, mas o repertório reúne músicas de várias outras compositoras nacionais e também aqui da região. “Pensei que esta live poderia ser uma forma de homenagear todas elas, que me inspiram a ser quem eu sou e fazer o que faço. Além de motivar todes a criarem e a consumirem mais trabalhos dessas mulheres incríveis. Podem esperar uma salada de fruta musical, de bossa Nova à rock n’ roll, do brega à ciranda. Tudo o que me inspira musicalmente estará presente nesta live de alguma forma”, adianta Andrezza Santos.

Nessa apresentação, a artista canta acompanhada de seu violão e investiga loopings – efeitos eletrônicos – ao vivo com percussão e vocais. O show intimista será transmitido de um estúdio em Juazeiro-BA pela internet (youtube.com/AndrezzaSantosOficial), permitindo que o público acompanhe a apresentação de casa, cumprindo com o distanciamento social necessário neste período de pandemia. A live também conta com a participação da cantora, compositora e comunicadora Mirielle Cajuhy na apresentação.

Paulista com raízes no Vale do São Francisco, não é a primeira vez que Andrezza Santos traz a mulher como inspiração principal para o palco. Seu primeiro álbum autoral Alto Lá (2019) aborda o empoderamento feminino, tema recorrente em suas propostas artísticas. “Desde quando lancei o disco Alto Lá no ano passado, tenho pesquisado e conversado com mulheres sobre representatividade no cenário na música. Sempre vou cantar algo que estou vivendo, sentindo ou que considero importante para ser dito, dentro do lugar que me cabe”, afirma a cantora e compositora.

Serviço:

O que é: Live Show ‘Benza Deusas: Tributo por nós’

Dia: 03/09 – Quinta

Horário: 21h

Transmissão: Youtube (youtube.com/AndrezzaSantosOficial)

Mais informações: Instagram @andrezzasantosoficial

Sinopse:

Toda mulher tem dentro de si o poder da criação. Seja na capacidade interna de lutar pelos próprios sonhos, seja na força de gerar uma nova vida, como também o poder de expressar através da arte tudo o que quiser. Por muito tempo, a voz destas mulheres foram roubadas, menosprezadas e invisibilizadas. Aos poucos, retomar o lugar de direito tem sido cada vez mais o foco desta luta. Com o intuito de homenagear e enaltecer canções feitas por mulheres do Vale do São Francisco, Uauá e São Paulo, o show musical ‘BENZA DEUSAS: TRIBUTO POR NÓS’ é composto por um repertório que vai da bossa nova ao rock n’roll, do brega à ciranda, trazendo com leveza e poesia a força das canções. Compositoras que marcaram gerações como Maysa, Rita Lee e Pitty também farão parte do repertório. Ademais, é um show em que a artista Andrezza Santos explora a própria musicalidade através do violão (seu instrumento principal) e loopings feitos ao vivo, trazendo elementos de percussão e vocais.

Sobre a artista:

Paulista de Santo André e radicada no Vale do São Francisco há 5 anos há cinco anos, Andrezza Santos é uma cantora, instrumentista e compositora que iniciou sua carreira aos 13 anos e desde então vem construindo seu trabalho autoral através da mistura de elementos musicais que passeiam entre a Música Popular Brasileira e o experimentalismo eletrônico. Cursou violão e canto popular, já dividiu o palco com cantores como Verônica Ferriani, Paulo Neto, Zezé Motta e Danilo Caymmi. Acumula participação e prêmios em festivais de música pelo Brasil. Em 2019 lançou seu primeiro álbum, “Alto Lá”, que aborda sobre o despertar, a liberdade e o empoderamento feminino.

Por Adriano Alves